terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Como dirigir e fotografar Modelos?!

Olá pessoal desta vez vamos falar da direcção de modelos, este é um tema que me perguntam muitas vezes como fazer ou o que dizer, muitos de vocês tem dificuldades ou por timidez ou por falta de experiência, ou simplesmente por falta de preparação e é por ai que vamos começar.

Antes de irmos para uma sessão com modelos temos de fazer algum trabalho de casa antes, ou seja, depois do local escolhido e do tema da sessão decidido, temos de ver que poses queremos fazer isto é importantíssimo, pois facilita o nosso trabalho na altura de pedir uma pose ao modelo, um truque que eu uso bastante é simplesmente pesquisar bastante na Internet ou em revistas e tentar arranjar imagens que tenham poses iguais ou parecidas as que pretendo, e quando estou a fotografar alguém mostro-lhe para que seja mais fácil a pessoa entender o que pretendo!

Temos de pensar que fotografia com modelos, é um trabalho de equipa entre o fotografo, a Maquilhadora, o Cabeleireiro, e o modelo, quanto mais a vontade e mais confiança o modelo tiver em nós melhor vai correr o trabalho, quanto mais bem estivermos preparados melhor, claro que com o tempo e a experiência as coisas acabam por fluir muito melhor.

Depois temos sempre aquelas poses ou ideias que nos surgem na hora, ai temos de simplesmente falar com a modelo, mas mostrar segurança para que a pessoa mesmo que não goste ou pense que não vai ficar bem, veja que estamos confiantes e pense " é capaz de resultar".

Um dos truques que uso bastante é fazer pequenas pausas e mostrar o que estamos a fazer no ecrân da maquina ao modelo, para o modelo ver como estão a sair as fotografias, fazer com que se sinta parte das decisões do resultado final.

Uma das coisas mais importantes durante uma sessão é ir falando bastante com o modelo, conduzindo-o até a pose que queremos, e dizer-lhe também como se esta portar e/ou como esta a correr as fotografias, direcções simples do género, "olha para a esquerda, baixa o queixo, põem o braço assim", não se acanhe e falem dai vai surgir o vosso sucesso ou não no resultado final.

Depois temos de pensar que os modelos na maioria das vezes são pessoas e cansam-se, sim é verdade eles cansam-se, então temos de evitar disparar 250 vezes na mesma pose desconfortável ou em poses em que o modelo esta em esforço, o contrario também é valido não podemos disparar uma vez e estar 5 minutos a olhar para o ecrân da maquina a ver se esta tudo bem enquanto a pobre da pessoa está em esforço, lembrem-se se tratarem bem os modelos eles voltam para fazer mais fotografias com vocês.

A preparação das luzes e de todo o ambiente da sessão eu faço durante a maquilhagem e a preparação dos cabelos e guarda roupa, para que o modelo não esteja a seca a espera que tenha tudo pronto, as vezes acontece mas não deveria, ainda mais se o modelo tiver a cobrar a hora!!

Eu uso sempre estas direcções tanto para retrato, como para moda, como para nu artístico, neste ultimo caso temos de ter um pouco mais cuidado, e evitar tocar no modelo, pois há casos relatados de fotógrafos processados por assédio por tocarem nas modelos para compor as poses, dai muito importante pedir licença para tocar, não custa nada e fica sempre bem a boa educação.
Outra coisa na fotografia de nu, falar sempre a olhar a modelo nos olhos e não para o resto do corpo, há quem leve a mal, e depois também não nos custa nada ter um robe ou uma toalha para os nossos modelos vestirem quando estão nas pausas.

Uma das coisas importantes é transmitir confiança aos modelos, devemos sempre autorizar ou sugerir a presença de um acompanhante da confiança do modelo, assim vamos transmitir que somos de confiança e não temos segundas intenções.

Bem resumindo:
- Devemos preparar-nos para as sessões com antecedência e levantar exemplos do que
queremos fazer e mostra-los aos modelos antes da sessão começar.
- Manter a modelo interessada no que está a fazer, ao mostrar-lhe no ecrân da maquina de vez
em quando como esta a correr.
- Falar bastante com o modelo de forma a conseguirmos as poses, ou olhares que queremos.
- Dar aquelas direcções simples mas cruciais, para atingirmos o resultado final pretendido.
- Ser o mais rápido possível a criar a fotografia quando o modelo esta em esforço, para não
cansar os modelos, nem que se faça pequenas pausas.
- Não deixar os modelos a seca a espera que preparamos o "plateau".
- Não tocar nos modelos sem pedir autorização.
- Autorizar a presença da confiança do modelo, para transmitir confiança.
São coisas simples como estas que parecem banais mas que fazem toda a diferença na forma como se relacionam com os vossos modelos e como surge uma grande fotografia.

P.s desculpem os testamentos, bem venham dai esses comentários.

5 comentários:

Rach disse...

eu vou lendo com muita atençao :)

ficas a saber, e dou um passo à frente, que sou leitora assídua. venham mais ou nao dissesse o ditado que devemos aprender com os melhores :D**

Luís Rocha disse...

Primeiro quero deixar expresso o meu elogio pelo trabalho que aqui pretendes desenvolver em termos de passagem de conhecimentos, no entanto o que me faz confusão são alguns erros em Português (ortografia), julgo que poderias melhorar nesse aspecto.

No restante, uma continuação de bom trabalho é o que te desejo.

Aline Lelles * Fotógrafa * disse...

Bom o texto... me serviu para algumas inspirações !!!

Pedro disse...

Como guia rápido está bom, mas senti falta de orientações sobre acessórios (chapéu, óculos escuros etc.)

Nuno Alexandre disse...

O texto ajudou-me um bocado mentalizar-me de algumas coisas. Eu costumo fazer fotografia mas não de pessoas porque sou um bocado tímido e o que disseste aqui no blog é capaz de me ajudar.